A Prefeitura de Teófilo Otoni, por meio da Casa de Cultura e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico vai realizar dois grandes eventos de caráter comercial, turístico e cultural na próxima semana. A partir do dia 12 de dezembro, e se estendendo até dia 14, acontecem no Mercado Municipal o Primeiro Festival da Carne de Sol de Teófilo Otoni e a Primeira Feira da Cachaça de Teófilo Otoni.

Desde que tomou posse o prefeito Getúlio Neiva convocou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Giovani Cota, e a Diretora da Casa de Cultura, Rose Medeiros para que fosse elaborado um calendário de eventos de negócios, turísticos e culturais.

O Festival da Carne de Sol tem como objetivo promover o resgate, a valorização e a expansão comercial e turística da iguaria mais importante da cultura gastronômica de Teófilo Otoni e região: a carne de sol.

A principal iguaria da culinária regional, a Carne de Sol, apreciada até pelos turistas de fora do Brasil que nos visitam, por ocasião da Feira de Pedras Preciosas, motiva também, muitos visitantes com destino à Bahia a fazer uma parada na nossa cidade.

Formato Do Evento

O Festival da Carne de Sol de Teófilo Otoni se dividirá em dois espaços. No pavimento térreo do Mercado Municipal, onde está localizada a seção de açougues, acontecerá a Feira de Carne de Sol in natura, nas suas mais diversas modalidades e classificações. Haverá, também, uma área destinada para workshop, palestras e expositores de equipamentos para açougues e restaurantes.

No segundo pavimento do Mercado funcionará uma Praça de Alimentação, com apresentações artísticas, onde a carne de sol será disponibilizada nas mais diversas modalidades de preparo pelos bares e restaurantes.

Para a primeira Feira da Cachaça de Teófilo Otoni será disponibilizada uma área, também no pavimento térreo do Mercado, para produtores de Cachaça, da cidade e região interessados em expor e vender seu produto a base de cana.

A data escolhida é estratégica em função da época de festas de fim de ano, uma vez que a cidade recebe os teofilotonense que moram fora, além de um grande fluxo de viajantes com destino às praias da do sul da Bahia.